O GOVERNO DE JESUS

Efésios 4:1-6

 

INTRODUÇÃO

 

O homem rejeitou no Éden a Deus como seu senhor, passou para as mãos de satanás, e este governa com mão de ferro, como príncipe deste mundo tenebroso.

 

Há três mil anos atrás mais ou menos, um povo escolhido por Deus, Israel, era de propriedade exclusiva de Deus, guiado por Deus, Governado por Deus. Entretanto, pediu a Samuel um rei, como existia nos outros povos.

 

Acredito que uma das mais difíceis tarefas do homem é ser governado por Deus. É ter Deus como seu líder. A palavra “Governo” vem do latim e sua essência vem do Grego onde esta palavra tem um valor singular: embora possa ser substituída em alguns casos pela palavra administração, orientação, etc, essa palavra quando empregada, mostra soberania.

 

A palavra governo, foi empregada desta forma na palavra de Deus em três situações: 1) Deus criou o Sol para governar o dia, 2) Jesus governa a igreja e 3) Maridos governe a família. Todos os três são pontos que não podem ser substituídos por nenhum outro.

 

Isso é governo! Deus é nosso governo, não há nenhum outro capaz de substituir!

 

QUEBRANDO UM GOVERNO

 

O ato de ser governado está na capacidade do indivíduo aceitar a autoridade divina de que Deus governa. Porém:

 

Achamos que somos providos de tudo, não dependemos de ninguém, não precisamos de ninguém, estamos sempre certos, somos altos suficientes, somos poderosos, somos arrogantes. Para essa atitude veja em: IPe5:5.

 

Esquecemos dos ensinamos de quando criança, nossas mães investiram horas conosco. Querendo que no futuro, fossemos filhos respeitosos, humildes, vindos de uma criação fina, digna e honrosa. E o mais importante ensinamento: aprender a ser uma pessoa amorosa.

 

Tem criança que é tão amorosa, que dá vontade de “amassar”, não é verdade? Mas acontece que, quando crescem, se tornam pessoas amargas, arrogantes, duras e secas.

 

Perderam o parâmetro, perderam a orientação de limite, foram laçados pelo inimigo que ofusca o governo de Deus na vida dos homens. Lembrem-se o que o inimigo fez com Adão e Eva? Deram oportunidade a eles de “governarem” a própria vida e o resultado foi o pecado.

 

Eles quebraram o governo de Deus, disseram NÃO A DEUS!

 

PRINCÍPIOS DO GOVERNO DE JESUS

 

O servo de Deus, o verdadeiro servo de Deus, ele deseja como nunca, o governo de Jesus em sua vida.

 

Jesus orienta, instrui e sendo mais redundante ensina que devemos amor uns outros e sermos humildes, assim estamos debaixo do seu método de governo.

Jesus irmãos, nos deu exemplo de humildade, não só deu exemplo como ele mesmo é humilde (Mt. 11:28-30). O cristão tem obrigação de ser humilde, de procurar essa condição, lembrar dos ensinamentos de que ando criança recebeu dos pais. Não é atoa que Jesus quando disse que se queremos chegar aos céus precisamos ser como criancinhas (Mt. 18:3).

 

Humildade

Amar ao próximo

 

A cada momento com nossos atos estamos proclamando se realmente Jesus é o nosso senhor e portanto se submetemos ao seu Governo, ou somos oposição ao seu governo.

 

Jesus disse que não existe meio termo, “quem com ele não junta, espalha”, no governo dele não há espaço para oposição.

 

ESTABELECENDO O GOVERNO

 

Se eu tivesse uma única frase para te convencer do governo de Jesus eu diria:

 

Pare hoje, se a sua vida é um desastre, quem esta governando a sua vida não é Jesus!

 

Como governante, Jesus quer nos levar a uma vida mais que abundante, e mesmo com tribulações e dificuldades, no governo de Jesus, você encontra alivio, você encontra paz, você encontra vida.

 

Estabeleça esse governo HOJE na sua vida!

 

UMA CONCLUSÃO DIFERENTE

 

Eu gostaria de fazer uma conclusão desta mensagem de uma forma diferente, pois quero deixar uma mensagem simples direcionada para as mães:

 

As mães que estão aqui presentes, ensine os seus filhos a amarem as pessoas, a serem bondosos com as pessoas, a principalmente amarem os próprios irmãos. Eles jamais esqueceram isso e no futuro, quando tiverem que amar a Deus, aí sim, eles saberão como amar a Deus, porque aprendeu a amar uns aos outros.

 

Assim Jesus poderá governar plenamente a vida de seu filho, pois aprendeu valores eternos de um Deus e governante eterno.